terça-feira, 2 de setembro de 2008

Ultimo romance


Eu encontrei
quando não quis
mais procurar
o meu amor
E quanto levou
foi pra eu merecer
antes um mês
e eu já não sei
E até quem me vê
lendo o jornal
na fila do pão
sabe que eu te encontrei
E ninguém dirá
que é tarde demais,
que é tão diferente assim
Do nosso amor
a gente é que sabe pequena
Ah vai
Me diz o que é o sufoco
que eu te mostro alguém
a fim de te acompanhar
E se o caso for de ir à praia
eu levo essa casa numa sacola!
Eu encontrei
e quis duvidar
Tanto clichê
deve não ser
Você me falou
pra eu não me preocupar
ter fé e ver
coragem no amor
E só de te ver
eu penso em trocar
a minha TV
num jeito de te levar...
A qualquer lugar
que você queira
e ir onde o vento for,
que pra nós dois
sair de casa já é se aventurar
Ah vai me diz o que é sossego
que eu te mostro alguém
a fim de te acompanhar
E se o tempo for te levar
eu sigo essa hora
e pego carona pra te acompanhar...
Adoro essa música porque ela mostra um cara que ama de verdade, pois até quem o vê lendo o jornal na fila do pão sabe que ele encontrou a garota que sempre quis, mesmo não a procurando, ela surgiu de maneira tão mágica em sua vida que ela se tornou seu último e melhor romance. Que qualquer lugar estando com ela é magnífico. Ele venderia a própria TV por ela (tendo em mente que homens amam assistir futebol). E que sim o amor existe. De certa forma a história dele pode apenas ser de uma paixão passageira pois eles estão juntos a apenas um mês, mas ele já demonstra seus sentimentos de uma forma linda e inexplicável. Talvez eles nem estejam mais juntos daqui a umas semanas, mas a música mostra que estão se entregando a esse relacionamento, coisa que todas as pessoas deveriam fazer; tentar. Se entregar ao amor é uma graça de poucos. “Você me falou pra eu não me preocupar ter fé e ver coragem no amor”, essa frase me passa o seguinte raciocínio; as pessoas só devem começar um relacionamento quando tem a certeza de que haverá crescimento nelas a partir dele . E se algum dia se separarem haverá mais pontos positivos, ensinamentos, risos, olhares e troca de amor do que momentos ruins. Se você olhar para trás e perceber que nada foi ganho após tanto tempo, infelizmente, você acaba de jogar um pedacinho de sua vida amorosa fora. Pois é se você antes de começar algo com alguém não enxergar muitas vantagens é melhor não começá-lo, que tal ler um livro? Isso lhe trará eridição ao menos!

3 comentários:

guNs disse...

é isso aí! Não concordo tanto com a parte de se entregar, porque eu sempre tive um pé atrás bem fundo em todos meus "casos", por saber como são as pessoas e o quanto eu poderia sair machucado deles. Mas todas as vezes que entrei em algo foi porque eu achei que aquilo iria fazer de mim alguém melhor e mais feliz, e é uma guria que faça-me assim que eu continuo procurando, não sei se da maneira certa mas... à minha maneira ;)

caroledi_ disse...

"Agora então reclamante
Eu vejo sua carranca
e é como se olhasse pelo cano de uma arma
e ela dispara
e saem todas essas palavras
oh há um lado seu muito agradável
um lado que eu prefiro muito mais

é aquele que ri e conta piadas por aí
lembra carinhos na cozinha
yeah, para pegar coisas do chão
e era subindo, subindo e se afastando
oh, mas é bem difícil de lembrar
que em um dia como hoje em que você está toda argumentativa
e você está com aquela cara

Bem, agora então reclamante
Oh eu estou encrencado de novo, não estou?
Como eu imaginava
Porque você apareceu lá
Colocando aquela cara silenciosa e desapontada
Aquela que eu não consigo agüentar..."

n.john_candido disse...

num intendi... mais tudo bem
depois te pergnto algo sobre esse texto!