quarta-feira, 2 de setembro de 2009

De vez em quando isso passa





Acompanhada mais uma vez de sua solidão

A garota parecia mais forte, mas não recuperada

Chorar virou um hábito tão normal quanto respirar

Isso a deixava calma, como um viciado com sua nicotina

Mais uma vez a confusão tomou conta de sua cabeça, sua vida

Não havia cores, desenhos ou notas conhecidas

Apenas as mesmas incertezas e histórias revividas

De um passado nada feliz

Pouca graça

Pouca loucura

Pouca espontaneidade, ternura e respostas

Restavam-lhe poucos bons amigos

Restavam-lhe poucas boas palavras

E poucas batidas no coração

Coração que ainda estava repleto de amor

Esperando para ser doado

6 comentários:

Elena disse...

hey Little!
:D

Que bunito *.*, sabe né conta comigo!
SEMPRE!!!

amo ;@

caroledi_ disse...

até sem palavras para dizer o quanto bom foi isso e verdadeiro !!

amote.

Neto, disse...

forte, vibrante & doce.
Funciona muito bem minha cara ;]
Eu tenho uns textos parados, vou te mostrar pra ver se não sai algo a 4 mãos;

Beeeijos ^^

alyssistica disse...

EVE
I LOVE YOU SO
bem bunii
adorei, brigues :D
nao te abandonei soh mudei de cidade
uhahuahuahu
suki da yo (eu amo vc)
:***

mais amor, por favor. disse...

Enquanto lia me arrepiei, e parecia que cada palavra estava saindo da minha alma. Demais!

luiz scalercio disse...

nossa que texto e
esse muito bom mesmo
prbns